quarta-feira, 4 de maio de 2011

Nova classe básica para Tormenta RPG - O Brigão

Guerreiros lutam utilizando armas como espada , lança, martelo e arco. Monges lutam usando seus corpos e sua disciplina como armas supremas. Um brigão até usa seu corpo como arma, mas disciplina não é o seu forte...

Briga de verdade não é pra qualquer um...

Também conhecidos como brigadores, pugilistas, ou lutadores de rua, brigões são lutadores especializados em combate desarmado. Eles aprendem suas técnicas nas ruas, muitas vezes sem qualquer tipo de professor. Apenas levando porrada mesmo. Além de uma boa pancadaria, brigões costumam apreciar bebida forte, festas e uma boa aposta, de forma que eles muitas vezes estão envolvidos com criminosos e bandidos.


A maioria dos brigões gosta de viver das próprias lutas, ganhando porcentagens sobre as apostas. Embora as autoridades considerem estes torneios ilegais, o brigão geralmente considera isso apenas uma pequena transgressão, mantendo desprezo por aqueles que eles julgam "verdadeiros crimonosos", como ladrões e assassinos.

É claro que também há brigões criminosos, trabalhando como capangas e seguranças de chefes do crime. Também há aqueles que atuam como seguranças e guardas de pessoas de bem, geralmente disfarçados como um conselheiro ou criado comum, já que um brigão não porta arma ou armadura.
Meio-orcs são brigões de mão cheia.

Aventuras: embora todo vilarejo tenha um rufião problemático, verdadeiros brigões costumam ser figuras urbanas. Suas aventuras geralmente envolvem localizar ou resgatar itens e pessoas em suas cidades de origem, e eventualmente surrar alguém inconveniente... Brigões só costumam colocar o pé na estrada quando estão devendo dinheiro ou fugindo de alguém, o que é relativamente comum.
Tendência: geralmente caótica.
Religião: brigões são muitas vezes figuras supersticiosas, que preferem deuses menores aos intangíveis deuses maiores do Panteão. Mas entre os deuses maiores, Keen, Nimb e Hyninn são os prediletos.
Histórico: muitos pensam que apenas marginais, órfãos e crianças sem lar acabam como brigões, mas a verdade é que muitos nobres e filhos de aristocratas tornam-se brigões apenas pela diversão da coisa. Qualquer um que goste de uma boa briga, viva numa cidade e não tenha a possibilidade (ou vontade) de se tornar um monge pode acabar se tornando um brigão.
Raças: brigões são quase sempre humanos ou meio-orcs, embora anões e minotauros brigões não sejam incomuns. Lefou, como figuras agressivas e discriminadas pela sociedade, também acabam muitas vezes seguindo este caminho.
Outras classes: brigões costumam se dar bem com ladinos, bardos e swashbucklers, por serem geralmente aventureiros urbanos e menos sérios. Também podem se identificar com guerreiros ou bárbaros por seu amor pelo combate. Eles geralmente acham rangers e druidas figuras muito estranhas e não costumam ser muito bem vistos por paladinos, samurais ou magos.

O Brigão
Pontos de vida: o brigão recebe 20 pontos de vida mais mod. Con no primeiro nível e 5 + mod. Con por nível subseqüente.
Perícias treinadas: 4 + modificador de Inteligência.
Perícias de classe: Atletismo (For), Acrobacia (Des), Cavalgar (Des), Cura (Sab), Enganação (Car), Iniciativa (Des), Intimidação (Car), Intuição(Sab), Ofício (Int), Percepção (Sab).
Talentos iniciais: grande fortitude, reflexos rápidos, usar armas simples, ataque desarmado aprimorado.

Nível
BBA
Especial
1
+1
Dano desarmado (1d6), rajada de golpes, técnica de luta, sexto sentido
2
+2
Técnica de luta, esquiva sobrenatural
3
+3
Instinto de briga +1, movimento rápido
4
+4
Técnica das ruas, dano desarmado (1d8)
5
+5
CA+1, Punhos mágicos
6
+6
Esquiva sobrenatural aprimorada, técnica de luta
7
+7

8
+8
Técnica das ruas, RD 1
9
+9
Instinto de briga +2
10
+10
CA+2, Técnica de luta
11
+11
RD 2, Rajada de golpes aprimorada
12
+12
Dano desarmado (2d6), técnica das ruas
13
+13

14
+14
RD3, técnica de luta
15
+15
CA +3, Instinto de briga +3
16
+16
Dano desarmado (2d8), Punhos pesados
17
+17
RD 4
18
+18
Técnica de luta
19
+19

20
+20
CA +4, dano desarmado (2d10), RD 5

Dano desarmado: a principal arma do brigão são seus socos, chutes, cotoveladas e outros ataques desarmados. No primeiro nível seus ataques desarmados causam 1d6 de dano. A cada quatro níveis este dano aumenta, chegando a 2d10 no 20º nível.
Rajada de golpes: quando ataca desarmado o brigão pode fazer um ataque adicional por rodada. Mas sofre uma penalidade de -2 em todos os ataques (incluindo o ataque extra).
Sexto sentido*: o brigão não usa armaduras, mas tem uma percepção especial para se esquivar de golpes. Ele adiciona seu bônus de Sab na CA.
Técnica de luta: o brigão recebe um talento de combate adicional.
Instinto de Briga*: após tantas lutas, o brigão desenvolve um instinto natural para agir rápido e evitar o perigo. No 3º nível ele recebe um bônus de +1 em seus testes de Iniciativa e Reflexos. Este bônus aumenta para +2 no 9º nível e para +3 no 15º.
Movimento rápido*: um dos principais treinamentos de um lutador é a corrida. De tanto correr o brigão tem seu deslocamento aumentado em 3m.
Bônus na CA*: Com o tempo um brigão tem que aprender a se defender. No quinto nível o brigão recebe um bônus +1 em sua CA, a cada 5 níveis depois disso este bônus aumenta em +1.
Resistência a dano: o brigão está acostumado a levar muita, mas muita porrada mesmo. No oitavo nível ele recebe RD 1, a RD aumenta em +1 a cada três níveis.
Esquiva sobrenatural: um brigão que se preze tem sentidos apurados! Ele nunca fica desprevenido.
Esquiva sobrenatural aprimorada: o brigão não pode ser flanqueado.
Punhos mágicos: a partir do 5º nível, os ataques desarmados do brigão são considerados mágicos para superar redução de dano.
Punhos pesados: a partir do 16º nível, os ataques desarmados do brigão são considerados armas de adamante para superar redução de dano.
Técnicas das ruas
No 4º, 8º e 12º níveis, o brigão aprende uma nova técnica das ruas, ele deve escolher uma das seguintes:
Golpe sujo: quando atinge uma criatura desprevenida, ou que esteja flanqueando, o brigão pode realizar um golpe sujo. Uma criatura atingida por este ataque sofre uma penalidade de -2 em jogadas e testes por 1 minuto.
Oportunismo: o brigão gosta de lutas mano a mano, mas também sabe aproveitar uma oportunidade quando ela aparece. Ele recebe +4 nas jogadas de ataque contra adversários que tenham recebido dano de outras fontes naquela rodada.
De pé: após uma queda, o brigão pode levantar-se como uma ação livre.
Fujão: o brigão recebe +10 de bônus em Furtividade, e tem seu deslocamento dobrado, enquanto estiver fugindo de um credor, das autoridades ou qualquer grande confusão, mas nunca se estiver fugindo de uma boa luta! Brigões não são covardes, apenas sabem a hora de se retirar... (Os bônus valem para escapar de masmorras desmoronando ou monstros mágicos que o grupo não pode vencer).
Escorregadio: o brigão é difícil de segurar! Ele recebe +4 em testes para escapar de manobras de agarrar e testes de acrobacia para escapar de cordas e correntes.
Tanatose: o brigão recebe +10 de bônus em qualquer teste para fingir que está morto!
Foi só um arranhão: quando sobre dano o brigão pode rolar um teste de reflexos (CD10 + dano sofrido) para reduzir o dano à metade. Esta habilidade só pode ser usada uma vez por dia.
Truque de perícia: o brigão recebe um talento de perícia a escolha do jogador.

*Todas estas habilidades requerem liberdade total de movimentos, elas não podem ser usadas se o brigão estiver usando algum tipo de armadura ou se estiver imobilizado.

Notas finais
Como é uma classe básica, a postagem já está gigante!!! Só peço que deixem suas opiniões e avisem se usarem a classe em alguma aventura!

10 comentários:

  1. Perfeito! XD

    Pode apostar que vai aparecer um desses no meu PbF XD

    ResponderExcluir
  2. Finalmente um comentário!

    Fico feliz por você ter gostado Quaresma!
    Avise sobre como a classe funcionou na prática.

    ResponderExcluir
  3. Oportunismo: o brigão gosta de lutas mano a mano, mas também sabe aproveitar uma oportunidade quando ela aparece. Ele recebe +4 nas jogadas de ataque contra adversários que já tenham recebido dano naquela rodada.


    Isso funciona contra adversarios que sofreram dano pra ele?
    Dois ataques em um turno, acerta o primeiro,o segundo recebe o bonus?

    ResponderExcluir
  4. Oi Zoreba, bem observado, mas não. O brigão não recebe o bônus caso ele mesmo tenha causado o dano. Alterei o texto pra deixar isso mais claro.

    ResponderExcluir
  5. Chegou a hora de entrar na Taberna e descer porrada....


    abs
    http://mestreurbano.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Cara muito louca essa classe basíca, gostei abeça.
    Eu tentei fazer algo parecido para a Iniciativa, no tema Cidades, por não achar um nome melhor ficou "Lutador", segue o link do Blog que não e meu, mas é dum cara muito maneiro que perguntou se eu queria que posta - se no blog dele: http://knightofhammer.blogspot.com/2011/01/classe-variante-lutador.html
    Vou ver se consigo fazer um hibrido entre a minha variante e a sua básica. parabéns ficou massa!

    ResponderExcluir
  7. muito interessante parece um combinação de monge e bárbaro.

    ResponderExcluir
  8. Bom trabalho na classe, ja estava achando que teria que criar minha variante do "monge caotico" =) agora só falta por ela em pratica!

    ResponderExcluir
  9. E o brigão continua fazendo sucesso! Vou ver se bolo mais material aqui pra classe...

    ResponderExcluir