quinta-feira, 3 de março de 2016

Pensamentos sobre o (des)equilíbrio de forças no Panteão de Arton

Recentemente, eu estava fazendo uma lista dos deuses de Arton e separando por Tendência como parte da pesquisa para uma postagem. Essa informação consta no antigo Panteão d20, mas ele não estava disponível pra mim no momento. Ao realizar esse exercício, notei alguns padrões inesperados, e depois descobri que o blog Área de Tormenta já havia detectado e comentado sobre isso. Seguindo o espírito de papo de boteco do post do Área de Tormenta, resolvi escrever uma resposta com meus próprios pensamentos sobre o assunto.

Ilustração clássica do panteão de Arton por Érika Awano.


Como o Edu do Área de Tormenta bem indicou nesta postagem aqui, há leves desequilíbrios no panteão de Arton, tanto eixo bem/mal quanto no ordem/caos. Em resumo, o panteão "clássico" da época de Holy Avenger tinha mais deuses bons do que maus, e mais caos do que ordem, e as mudanças "recentes" (pós Holy Avenger) tem equilibrado as coisas. Mas algo que me chamou muito a atenção, e que fica muito evidente do gráfico do Edu é um "desequilíbrio diagonal". No gráfico mais atualizado do Edu, há três deuses leais e bondosos, e três deuses caóticos e malignos, mas apenas uma deusa caótica e bondosa (Valkária) e um único deus leal e maligno (Kallyadranoch). E o mais maluco, é que há alguns anos atrás Valkária estava aprisionada e Kally estava esquecido,  u seja, praticamente não havia divindade caótica bondosa e realmente não existia um deus leal e maligno. Se usarmos o Panteão d20 como fonte de informação, ainda tínhamos Glórienn como divindade Caótica e Bondosa, mas com status divino 1, ela não fazia lá muita diferença (veja o gráfico!)

Deuses de Arton de acordo com sua tendência de acordo com o antigo Panteão d20, ou seja, pós Holy Avenger mas pré-guerras táuricas e pré trilogia tormenta. O tamanho da bolinha representa o status divino, mas as cores e a posição dentro de cada quadrícula não significam nada, fiz do jeito que "ornou" melhor.

As consequências desse desequilíbrio diagonal deveriam ser que as forças do bem seriam mais centralizadas, ordeiras e organizadas, enquanto as do mal deveriam ser mais difusas, caóticas e desorganizadas. O que era verdade tradicionalmente em Tormenta! No Reinado, as forças do bem são representadas pelas organizações dos Cavaleiros de Khalmyr, Cavaleiros da Luz, Protetorado do Reino além da próprias igrejas de Khalmyr (que já foi mais forte), Azgher e Thyatis. Enquanto o mal era representado por indivíduos isolados. Alguns desses vilões isolados detinham poder imenso, como Arsenal e Nekapeth, mas a única grande organização maligna que me lembro que existia era a Aliança Negra.

Depois dos eventos de Holy Avenger, entretanto, as coisas começaram a mudar. Com a volta de Sszzaass (mesmo sendo um deus neutro e maligno), temos clérigos sszzaasitas que são pelo menos um pouco organizados. O aumento da importância de Tauron e dos minotauros de modo geral, para mim, parece muito com a ascensão de um poder leal e maligno. Por mais que Tauron supostamente seja leal e neutro, muitos de seus seguidores pregam e praticam a escravidão, que pra mim está junto com o estupro e o assassinato como uma das marcas definidas da maldade pura. Logo, Tauron acaba sendo um deus leal e neutro que inspira muitos seguidores leais e malignos. Além disso, a volta de Kallyadranoch também pesa demais essa balança, afinal a igreja de Kally é uma organização maligna que literalmente conta com o poder dos dragões! Finalmente, outro foco do "mal organizado" é a Aliança Negra. A tendência do Thwor Ironfist na ficha menos antiga que eu encontrei aqui é Caótica e Maligna, mas ele se comporta muito mais como um personagem leal e maligno. Apesar de Ragnar, deus padroeiro dos goblinóides, também ser caótico e maligno. Então, de certa forma, temos forças malignas se tornando continuamente mais organizadas.

Por outro lado, o bem parece estar pendendo para o caos. A igreja de Khalmyr diminui em poder enquanto o poder de Valkária aumenta (até onde eu me lembro, isso não está dito explicitamente em lugar nenhum, mas é meu sentimento geral do cenário). Claro que ainda há paladinos de Valkária leais e bondosos, mas a maioria dos seguidores da deusa aparentemente é caótica ou neutra no eixo moral. Lembrando que Valkária é a deusa padroeira da raça mais abundante de Arton, portanto, sua influencia não é pequena. Outro ponto importante é que os outros deuses leais e bondosos tem relativamente pouca influencia no mundo, Azgher só conta com um número expressivo de seguidores entre os povos do deserto, e Thyatis curiosamente parece sempre ter tido bem menos poder e seguidores que Khalmyr (minha memória/impressão). Ou seja, o bastião do bem ordeiro era Khalmyr, e isso tinha uma grande influência no mundo, pois ele era o líder do Panteão. Com a queda de poder de Khalmyr, Valkária parece estar se fortalecendo enquanto os outros deuses leais e bondosos continuam secundários. Então, de um mundo onde o bem era organizado e o mal caótico, Arton está se tornando um lugar onde o mal é organizado e o bem não! Isso sim é um mundo de problemas!


Se você concorda ou discorda desse papo de boteco, por favor deixe seus comentários. Se possível, compartilhe em suas redes sociais e clique no banner aí ao lado pra dar um apoio ao blog e estimular novas postagens. Até breve!

4 comentários:

  1. Muito bom o artigo. O que você falou faz muito sentido, segundo as streamings de jogo no cenário os Szzasitas estão trabalhando ativamente com o Império de Tauron, como uma "polícia secreta". Além de acordo com o manuais de monstros e o livro-jogo a Aliança Negra parece ter evoluído tecnologicamente e em organização nesses anos em que ficaram parados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sabia que os Sszzaasitas estavam em conluio com o Império de Tauron, mas faz todo o sentido do mundo (de Arton)! E novamente pende a balança para mais forças leais e maldosas.

      Excluir
  2. Só esqueceu que Tauron é agora o líder do Panteão, dividindo com Nimb, só não sei se ele sabe disso kkkkk.

    ResponderExcluir