segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Classe de Prestígio: Cavaleiros do Corvo

Aloha! Aqui quem vos fala é Rodrigo Quaresma, o mais novo membro da Montanha dos Monstros, e o mesmo cara responsável por adaptar o Samurai Executor, e o Verme da Agonia, aqui mesmo no blog. E para meu primeiro posto como colaborador oficial, apresento à vocês Os Cavaleiros do Corvo, uma ordem de cavaleiros de elite treinados por sir Orion Drake, o cavaleiro da luz responsável por libertar Tamu-ra das garras da Tormenta. Além disso, apresentarei aqui também (em outro post, se não esse ficaria longo DEMAIS) O Cavaleiro Risonho, um vilão caótico de origens desconhecidas(ou não, para quem já leu O Terceiro Deus). Já fica de aviso, o histórico da classe e do personagem contém SPOILERS do romance O Terceiro Deus. Sem mais delongas, vamos ao B.O.P.E. ... ops, a'Os Cavaleiros do Corvo!


[EDIT]Pré-Requisitos para adquirir a Classe de Prestígio reformulados e mecânica da habilidade 'Alma do Corvo' revisada e Mecânica Especial para personagens que mudem de tendência. [/EDIT]

“Das trevas, trago a luz” - Lema dos Cavaleiros do Corvo

Sir Orion Drake se encontrava num dos piores momentos da sua vida. Seu filho havia sido seqüestrado pelo Cavaleiro Risonho, seu pai e maior inimigo, e sua mulher o deixara por ser ele indiretamente responsável pela perda do filho. Sua busca por Crânio Negro só lhe dava pistas dos planos macabros do servo da Tormenta, mas o maldito sempre escapava. E havia perdido o braço esquerdo. E foi neste estado deplorável que, ao passar pelo acampamento do Exército do Reinado, recebeu uma proposta do então rei de Yuden e Trebuck, Mitkov Yudennach. O rei oferecia treinamento, aos moldes de Yuden, soldados especialistas na arte de matar, e nada mais. E a oferta não acabara aí, prometera encontrar o filho de sir Orion e garantir sua segurança. Sir Orion temeu, e com razão, a proposta do rei, mas decidiu acompanhar os especialistas de Yuden, a Primeira Companhia, numa incursão à Tormenta. E seus medos se concretizaram, pois sir Orion gostara do que vira e, indo contra tudo que acreditava até então, aceitara a proposta. Retornou a Norm, sede dos Cavaleiros da Luz, e recrutou alguns cavaleiros da ordem para serem treinados, mesmo sem a permissão dos Cavaleiros da Luz, e partiu. Nasciam aí, Os Cavaleiros do Corvo.
Sir Orion e a Primeira Companhia treinaram os jovens cavaleiros. A primeira parte do treinamento era um moedor de carne. Forçaram os alunos a dor extrema, até que essa mesma dor se tornasse banal, rotineira e irrelevante. A medida que o treinamento se intensificava, qualquer resquício de desobediência era erradicado. Primeiro obedeciam por orgulho, em seguida, por medo, até que chegassem num ponto em que desobedecer sequer era uma opção. Tornavam-se irmãos ao mesmo tempo em que viravam soldados perfeitos.
Mas não só de exercícios para o corpo e para vontade era composto o treinamento, de sua mente também era exigida velocidade e precisão. Estudaram tática de combate, a Norma dos Cavaleiros da Luz, e, principalmente, o incomum. Aprendiam o modo de Yuden, pequenos grupos executando mortes estratégicas e cortando gargantas em silêncio. Esqueciam da glória da carga de cavalaria, dos estandartes, das bravatas e gritos de guerra. Estudavam também grupos de aventureiros, embriões das táticas yudenianas.
Mas havia também a necessidade de dominar seus equipamentos, o que era vital com dominar o corpo e mente. Usavam armaduras a exaustão até que as placas de metal se tornassem uma segunda pele, silenciosa e rígida. Aprenderam a utilizar armas de fogo, proibidas em todo o Reinado, mas a forma mais eficaz de matar a distância e com rapidez. Aprenderam um sistema de códigos, um jargão específico, que com apenas pequenos gestos e palavras, podiam entender seus companheiros como se estivessem em suas mentes.
Mais ainda faltava algo. Por mais decididos que fossem, uma vez que um simbionte entrasse em seu corpo, não resistiriam a corrupção da Tormenta. Então tornaram seus corpos inaptos à simbiose. Foram submetidos a tortura e simularam, da melhor forma possível para artonianos, a sensação da Tormenta. Mais uma vez, condicionaram-se ao ponto de ignorar, e, como na Primeira Companhia, os simbiontes não viam neles algo para corromper, para destruir, pois já haviam destruído, por dentro e por fora, a si mesmos. E o espaço vazio que sobrara fora preenchido com apenas uma coisa, uma ordem.

Matar.

Pré-Requisitos
Para se tornar um Cavaleiro do Corvo, o personagem deve atender todos os seguintes critérios.

Perícias Treinadas: Cavalgar, Furtividade.
Talentos: Usar Armadura (Pesada), Foco em Armadura (Pesada), Tolerância, Vontade de Ferro.
Bônus Base de Ataque: +5.
Tendencia: Leal.
Especial: Ter recebido treinamento especial dos Cavaleiros do Corvo.


O Cavaleiro do Corvo
Nível
BBA
Habilidades de Classe
+1
Jargão do Corvo, Redução de Dano 1
+2
Usar Mosquete, Foco em Armadura Aprimorado
+3
Olho do Corvo
+4
Alma do Corvo
+5
Foco em Armadura Maior, Olho do Corvo Maior, Redução de dano 2

Características de Classe
Pontos de Vida por nível: 5 + modificador de Constituição

Habilidades de Classe

Jargão do Corvo: Os Cavaleiros do Corvo aprendem um jargão específico para que se comuniquem sem depender de magia ou da fala. A partir do 1º nível nesta classe, o Cavaleiro do Corvo pode se comunicar livremente como na magia Mensagem com outro personagem que também possua esta habilidade, desde que nenhum deles esteja paralisado (caso o personagem esteja cego, ele ainda pode emitir mensagens, mas não recebê-las). Além disso, quando realizam testes de Percepção, se um dos cavaleiros do corvo perceber um inimigo, todos os cavaleiros o percebem (ou seja, se um deles não estiver surpreso, nenhum deles estará surpreso).

Redução de Dano: Devido ao treinamento forçado, o cavaleiro do corvo é menos sucetível a dor que os demais. A partir do 1º nível nesta classe, o cavaleiro do corvo tem Redução de dano 1. No 5º nível, sua RD aumenta em +1.

Usar Mosquete: Para matar um alvo distante com rapidez, o cavaleiro do corvo é treinado na arma mais eficaz para tal, o mosquete. No 2º nível desta classe, o personagem recebe o talento Usar Arma Exótica (Mosquete) como talento adicional. Caso o personagem já o possua, poderá escolher outro talento de combate a sua escolha, desde que preencha seus pré-requisitos.

Foco em Armadura Aprimorado: O cavaleiro do corvo é treinado a exaustão na arte de usar sua armadura. O talento Foco em Armadura (Pesada) agora diminui a penalidade de armadura em -3.(Exemplo: Um cavaleiro do corvo com Foco em Armadura Aprimorada vestindo uma cota de talas sofre uma penalidade de armadura de -1, ao invés de -4.)

Olho do Corvo: Para garantir que o alvo seja atingido com seu primeiro (e provavelmente último) tiro, o cavaleiro do corvo aprende o momento certo para atirar. Seu primeiro ataque com o Mosquete em um encontro recebe um bônus na jogada de ataque de +3.

Alma do Corvo: Para resistir às tentações da Tormenta e de outros inimigos, o cavaleiro do corvo é submetido a todo tipo de tortura, o que acaba por endurer sua mente e destroçar qualque traço de personalidade que ele tinha. A partir do 4º nível, o cavaleiro do corvo recebe um bônus de +4 em testes de Intimidação e se torna imune a efeitos de Medo e Encantamento. Em contrapartida, devido à inibição de sua personalidade causada pelo treinamento forçado, o cavaleiro do corvo recebe um redutor de -2 em testes de Atuação e Enganação(E mais outras situações que o mestre achar cabível). Este redutor não é aplicado para a manobra de Finta em Combate.
Como um benefício extra, o cavaleiro do corvo é imune a corrupção da Tormenta mas apenas quando esta tenta afetar sua mente. O Cavaleiro do Corvo ainda é sucetível a chuva ácida, relâmpagos, perda de nível e outros efeitos nocivos da Tormenta que não afetem sua mente.(Para mais detalhes, veja o suplemento Área de Tormenta)

Foco em Armadura Maior: No 5º nível desta classe, o cavaleiro do corvo termina seu treinamento e domina completamente sua armadura. O talento Foco em Armadura (Pesada) passa a fornecer CA+2 e a penalidade de armadura para 0. (Exemplo: Um cavaleiro do corvo de 5º nível vestindo uma cota de talas terá Bônus de Armadura na CA de +8 e penalidade de armadura 0, ao invés dos +6 na CA e penalidade de armadura -4 normais.

Olho do Corvo Maior: Com o fim de seu treinamento, o cavaleiro do corvo aprende a usar o mosquete perfeitamente. No 5º nível, a habilidade Olho do Corvo forcece um bônus de +5 na jogada de ataque e no dano, apenas para o primeiro tiro de Mosquete do combate.

Especial: Personagens que deixem de ter tendência Leal e já tenham níveis de Cavaleiro do Corvo ficam impossibilitados de adquirir novos níveis na Classe de Prestígio, mas mantém todas as habilidades de classe já adquiridas.

Ufa, é isso ! Estou aberto a críticas e sugestões na melhoria da mecânica. Coloquei o requisito especial de ser treinado epla primeira companhia de Yuden porque você mestre pode adaptar a CdP apenas como a Tropa de Elite de Yuden, e não como os cavaleiros de Sir Orion Drake. Eu pretendo reescrever isso tudo com um empenho maior, mas por enquanto, é melhor eu ir tomar banho e ir jogar TRPG!


Obs.: Foi mal aí pela formatação, mas o %$#%£¢² do blogger me odeia e não quis formatar direito -.-

7 comentários:

  1. Ae Quaresma!

    Desde que eu li o Crânio e o Corvo que eu queria ver essa Classe de Prestígio!

    ResponderExcluir
  2. Poxa vida Quaresma! Eu estava justamente pensando em adaptar esta CP em breve. Inclusive, uma das opções de nome para o "Area de Tormenta" seria "Fortaleza do Corvo".

    A classe ficou legal, mas tarde dou uma olhada nela com calma, mas aí vai alguns comentários:
    - Gostei de vc ter feito ela em 5 níveis, eu estava pensando em 10, mas 5 me parece mais apropriado e reflete melhor o rápido treinamento do livro.
    - Esse requesito especial tá furado. Vários Cavaleiros do Corvo sobreviveram no romance, e eles podem ter erguido a ordem e treinado eles mesmos novos membros.
    - Eu colocaria tendência Leal como pré-requisito, além disso, cavaleiros do corvo são diferentes dos membros da 1ª compania. Primeiro por possuirem um código de cavalaria (mesmo q desobedeçam a Norma, eles ainda a respeitam, e tem a organização das ordens de cavalaria). Segundo, eles possuem treinamento em mosquete, e membros da 1ª compania não.
    - Precisa-se de alguma mecânica para simular a perda de personalidade dos Cavaleiros. Talvez uma redução de -1 no Car por nível de classe.

    ResponderExcluir
  3. Bem pensado Edu. Eu fiz ela assim meio que na pressa, que tinha muita coisa pra fazer em casa e tal. Mas sobre seus comentários, o que eu acho:

    - O requisito especial eu coloquei porque eu fiz o CdC pensando no grupo que o Orion treinou, não estava pensando em deixar ela genérica. Mas isso vai ser mudado esse fds, assim que eu tiver tempo.
    - Tendencia Leal é uma boa. Eu não coloquei ela porque eu fiz pensando no Cavaleiro Risonho, que é caótico, apesar de uma mudança drástica na tendência dele é exatamente o que ocorre no fim do Terceiro Deus.(é, não to dizendo o nome pra deixar os spoilers pro próximo post xP)
    - Tirar Carisma por perder a personalidade é um pouco pesado demais. Afinal, ele não está recebendo um bonus direto por isso, como acontece com os talentos tormenta. Eu vou pensar em algo mais cabível para uma CdP, porque um personagem para adquirí-la já está "sacrificando" algo só em cumprir os pré-requisitos.

    Anywho, valeu pelas sugestões!

    E Gruingas, os cavaleiros do corvo aparecem no Terceiro Deus =P Apesar do Orion ser fodão desde o Crânio e o Corvo xD

    Cyaz

    ResponderExcluir
  4. Ihh, foi só no 3o deus que eles apareceram?
    Minha memória nunca foi essas coisas mesmo...

    ResponderExcluir
  5. Todos os cavaleiros do corvo ou eram escudeiros ou cavaleiros da ordem da luz. Acredito que a tendencia ordeiro fosse pré-requisito assim como ser membro ou escudeiro da ordem da luz.
    O Cavaleiro Risonho, é caótico mas ele não é membro dos cavaleiros do corvo. O ex membro dos cavaleiros do corvo que se torna o novo Cavaleiro Risonho se torna caotico ao se tornar o novo cavaliro risonho. Acredito que o cavaleiro risonho seja um tipo de classe de prestigo inversa a classe cavaleiro. ou seja todos os niveis de classe de cavaleiro que se possua quando vc se torna cavaleiro risonho te dão bonus como se vc fosse um algoz que entes era paladino.

    ResponderExcluir
  6. Na verdade não...Pré requisito ser cavalaeiro da luz ou escudeiro? não tem haver
    foi oq o Orion tinha para recrutar...isso não deve ser levado em conta.

    E achei a classe muito fraca...é mais facil vc entrar numa area de tormenta como Atirador de Elite doq Cavaleiro do corvo.

    tem que ir até o 10º nivel no minimo
    e colocar melhorias maiores...essa é uma classe de prestigio epica

    como foi feita ae esta mais para classse inicial

    desculpa se fui rude..
    so quero ajudar
    estou doido para ver essa classe de prestigio na integra

    pena q até agora so saiu para 3d&t alpha...

    e cavaleiro risinho não é classe de prestigio
    é so um Npc da Historia.
    Ele pode ser qualquer classe...ser qualquer um.

    bem é isso

    desculpa se eu pareci arrogante
    não foi minha intenção

    xD

    vlw^^

    ResponderExcluir
  7. Aew
    ta adicionado a lista de classes de prestigio do Iniciativa tormenta

    ResponderExcluir