terça-feira, 21 de setembro de 2010

Girino de Sugador de Cérebros

Poucos sabem que os Sugadores de Cérebros, são anfíbios, mas menos numerosos ainda são aqueles que sabem que os girinos dessas criaturas também podem ser perigosos!

Os girinos de SdC (Sugador de Cérebro) nascem com cerca de 20cm, e crescem lentamente no tanque central ou outro corpo de água doce ou salobra. Durante a maior parte de suas vidas os girinos são inofensivos. Mas a partir dos sete anos...

Entre os sete e nove anos os girinos têm a aparência de girinos gigantes, com 0,8 a 1,20m, suas cabeças já possuem os temidos tentáculos dos adultos e eles possuem pequenos braços com mãozinhas. Os mais velhos possuem rudimentos de pernas, ou perninhas já formadas. Estes girinos não têm a eficiência dos adultos em sugar cérebros, mas ainda podem ser perigosos!


Bichinho esquisito...

Eles têm a capacidade de raciocínio de uma criança humana com a mesma idade, mas nunca receberam qualquer tipo de doutrinação ou educação, são apenas criaturas selvagens e ávidas por cérebros. Qualquer um que caia num tanque ou curso d´água com estas criaturas será atacado de todos os lados por girinos famintos.

Sugador de Cérebros – Girino – ND 1/2
Monstro 1. Pequeno. CM.
6 PVs. Desl. 9m (aquático)
CA 15 (+1 tam, +2 natural, +2 Des)
Ataque corpo-a-corpo: tentáculos +4 1d3
Fort +2 Reflx +4 Von +1
For 8 Des 15 Con 11 Int 6 Sab 12 Car 17
Talentos: acuidade com arma.
Perícias: Percepção +5

Qualidades e Ataques especiais
Visão no escuro.
Aquático: o girino é totalmente aquático, ele respira normalmente em água doce ou salobra, mas morrerá sufocado em terra.
Rajada mental (M): este ataque afeta um cone de 6m dentro da água, todos dentro do raio de ação devem realizar um teste de vontade (CD 14) ou ficar atordoados por 1d4+1 rodadas.
Agarrar aprimorado: ao acertar um ataque o girino pode iniciar uma manobra agarrar como uma ação livre. Além disso, ele recebe um bônus de +4 nos testes de agarrar, totalizando um bônus de +1.
Bico: como uma ação padrão o girino pode usar seu bico para causar um dano adicional de 1d6 à criatura agarrada, dessa forma seu dano é de 1d3+1d6. Quando a criatura chegar a 0 PVs, caso o girino esteja agarrado à sua cabeça, o cérebro é sugado e a criatura morre. O girino só consegue sugar o cérebro de criaturas médias ou menores.

Mas como vou usar esses bichos na minha aventura?
Sugadores de cérebros adultos nunca jogariam um humanóide consciente no tanque central, afinal ele poderia atacar o Cérebro Ancião. Mas, fora das comunidades de SdCs, um indivíduo isolado poderia criar seus filhotes em um tanque ou lago, e regularmente alimentá-los com humanóides. Este pode ser o destino cruel de heróis capturados por um Sugador adulto.

Além disso, um vilão qualquer poderia manter um grupo destes girinos infernais só para executar cruelmente seus inimigos.

Outra opção é os heróis chegarem a uma cidade de SdCs que tenha sido recentemente atacada, não haveria mais adultos, mas os girinos ainda infestariam o tanque central (olha, um lago!). Outra idéia ainda é que os girinos tenham ido parar em um lago ou rio subterrâneo por acidente, em uma inundação ou num rompimento de um tanque.

Ou ainda, os Sugadores de alguma cidade podem manter girinos nos rios em torno de sua cidade como linha de defesa, um girino não é risco para um adulto de sua raça (que pode afastá-lo com o psiquismo), mas é terrível contra outros humanóides. Esses seres cruéis não ligam muito para sua prole mesmo...

Por fim, você pode usar a ficha como se fosse uma salamandra sugadora de cérebros, e não um girino.

De qualquer forma, tome cuidado ao usar esses carinhas! Eles são fracos e fáceis de matar, mas ainda tem habilidades perigosas.

5 comentários:

  1. A Rajada Mental durar 2d4 rodadas para um monstro de ND 1 num tá um pouco demais não? E além do mais o bichinho tem uma letacidade bem alta pra ND 1, já que ele já aprendeu a usar o Canudinho pra sugar cérebros =P
    E agora deu vontade de botar um sugador na mesa que eu pretendo mestrar, se é que ele vai existir né >.>
    Bom post.
    Cyaz

    ResponderExcluir
  2. Hey, Gruingas... dúvida q eu sempre tive sobre os Sugadores...

    Com q frequência eles tem que comer cérebros? Quero dizer, não é algo exatamente superacessível.
    Se tem que ser 3x dia como humanos... meu... uma comunidade pequena precisaria de 600 humanóides por dia...

    Ou será que eles tem apenas uma predileção por cérebros inteligentes, mas podem comer pra sobreviver, por exemplo (o que poderia ser uma excelente razão pra eles se enfurecerem do "regime" e estarem atacando com frequência)

    Falow!
    Parabéns aí :D
    braços!
    té +!

    ResponderExcluir
  3. Quaresma, diminui o temo de atordoamento... mas realmente é um monstrinho complicado. Porque ele pode matar, mas por outro lado não te nenhuma outra habilidade ameaçadora... Eu fiz ele pensando mais no conceito do bicho do que na utilidade em campanha. Vou tentar pensar num jeito de resolver isso (aceito sugestões).

    Math, os SdC podem ser alimentar dos cérebros de outros animais, mas não sei com que frequência eles precisam se alimentar. Sempre imaginei algo em torno de um a dois cérebros por semana... e ainda assim uma cidade deles precisa de MUITOS humanóides para se manter.

    Por isso eles são tão temidos...

    ResponderExcluir
  4. muito bom esse material. nunca curti muito os devoradoes de mente mas é uma ideia legal adaptar essas criaturas da tormenta (lembre que todas as aberrações são criaturas da tormenta)

    ResponderExcluir
  5. Editei pra valer agora!

    Dimunui o nível, e a capacidade de sugar cérebros... deixei o ND como 1/2 porque afinal ele só tem 6 PVs, por mais que ele possa matar, de forma alguma esse carinha equivale a um personagem de 1o nível.

    E Fernando... nem todas as aberrações são da tormenta não! Nos livros diz apenas que muitos monstros vem da tormenta... nem todos. Pelo menos foi o que eu encontrei.
    Os devoradores de intelecto são alienígenas, mas não relacionados à tormenta.

    ResponderExcluir